Qua, 28 de Junho de 2017

 

Ultimas Atualizações
Notícias

CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL 2017

Sindicato - Seg, 22 de Maio de 2017

Prezado (a) Senhor (a):

 

Conforme cláusula n° 60 (Contribuição Assistencial) de nossa Convenção Coletiva de Trabalho registrada no MTE sob Protocolo n° MR 025143/2017 deve ter no mês de Maio/2017 o desconto de 1 (um) dia do salário de todos os trabalhadores gráficos vinculados ao STIGPOA (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas de Porto Alegre), inclusive os demitidos, que o aviso prévio adentrar no mês de abril, decisão tomada pela categoria em Assembleia Geral Extraordinária, realizada no dia 16/03/2017.

Observações:

· Os recolhimentos efetuados fora dos respectivos prazos, ficarão sujeitos a multa de 5% (cinco por cento) e juros de 0,5% (meio por cento ao mês), independentemente de ação judicial com vistas à cobrança.

 

· O desconto previsto nesta cláusula, porque autorizado pela assembleia, independe da autorização referida na cláusula 10ª desta Convenção.

 

· Pagamento deverá ser feito até o prazo limite do dia 23 de junho de 2017, no Sindicato.

 

CLÁUSULA QUARTA - REAJUSTE SALARIAL

Os salários dos trabalhadores representados pelas entidades sindicais profissionais convenentes, vinculados às empresas representadas pelo sindicato patronal convenente, serão reajustados no percentual de 4,57% (quatro vírgula cinquenta e sete por cento), retroativo à data base. O percentual incidirá sobre o salário resultante da convenção que vigorou no período de 01/04/2016 a 31/03/2017.

 

Parágrafo Primeiro - As empresas poderão compensar todas as majorações salariais ocorridas no período revisando, com exceção daquelas decorrentes de término de aprendizagem, promoção por merecimento e antiguidade, transferência de cargo, função, estabelecimento ou localidade, bem assim de equiparação salarial determinada por sentença transitada em julgado.

 

§ 1º - Serão devidos os seguintes salários normativos, com vigência a partir de 1º de abril de 2017:

Grupo A

R$ 2.079,00

Grupo B

R$ 1.988,80

1º Grupo

R$ 1.892,00

2º Grupo

R$ 1.650,00

3º Grupo

R$ 1.430,00

4º Grupo

R$ 1.326,60 (observar § 4º)

5º Grupo

R$ 1.293,60 (observar § 4º)

Não catalogados

R$ 1.282,60 (observar § 4º)

 

§ 4º - Caso seja estabelecido, para os trabalhadores da indústria gráfica do Rio Grande do Sul, piso regional superior aos pisos normativos dos 4º e 5º grupo e dos não catalogados, deverão as empresas observar, a partir da vigência da referida lei, para os 4º e 5º grupos e para os não catalogados, o valor do piso regional fixado em lei.

 

OBSERVAÇÃO: Para os pisos não catalogados deverão as empresas observar a vigência do piso regional, fixado em lei, com salários retroativos a fevereiro e março de 2017, com valor de R$ 1.278,03.

A partir de abril de 2017, deve ser observado o valor de R$ 1.282,60.

A guia se encontra em anexo, qualquer dúvida contate pelo e-mail: secretaria.stigpoa@gmail.com , deverá ser preenchida e encaminhada ao Sindicato.

Sendo o que tínhamos para o momento,

 

Atenciosamente,

Sandro Fraga de Abreu

Tesoureiro

(203)

GUIA DE ARRECADAÇÃO 2017

Administrador - Sex, 19 de Maio de 2017

Para visualizar e imprimir a Guia de Arrecadação do Dissídio.

clique aqui guia 2017.

(322)

GREVE DIA 30/06

Sindicato - Seg, 26 de Junho de 2017

CATEGORIA GRÁFICA

O SINDICATO DOS GRÁFICOS COMUNICA OS TRABALHADORES (AS) QUE ESTARÁ A FRENTE DO MOVIMENTO DE GREVE DO DIA 30/06 (SEXTA FEIRA).

ALERTAMOS QUE OS TRABALHADORES (AS) DEVEM SE POSICIONAR DE FORMA CONSCIENTE EM RELAÇÃO À IMPORTÂNCIA DESSE MOVIMENTO, POIS SÓ COM A PARTICIPAÇÃO DOS TRABALHADORES (AS), É QUE VAMOS FREAR A GANÂNCIA DO CAPITAL.

ESSES GOVERNOS QUE AÍ ESTÃO, TANTO A NÍVEL FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL, SÃO REPRESENTANTES DOS EMPRESÁRIOS.

NÃO PODEMOS TER UM DIREITO A MENOS. NÃO AS REFORMAS TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA.

VAMOS PARAR O BRASIL, CONVIDAMOS A NOSSA CATEGORIA A IR AS RUAS, TEMOS QUE FAZER ESSES POLÍTICOS CORRUPTOS E CORRUPTORES ENTENDER QUE A FORÇA ESTA COM O POVO, NÓS É QUE SOMOS OS MAIORES RESPONSÁVEIS PELO CRESCIMENTO DO BRASIL.

VAMOS DAR UM BASTA NESSE LAMAÇAL DE FALTA DE VERGONHA E ROUBO DESSA QUADRILHA QUE ASSALTA OS COFRES PÚBLICOS, ROUBANDO NOSSA SAÚDE, SEGURANÇA E EDUCAÇÃO.

NÃO VAMOS NOS ACOMODAR, A RUA NOS CHAMA. FORA TEMER, SARTORI E MARQUEZAN. VENHA PARA A GREVE GERAL, DIA 30/06.

(4)

REFORMAS DE TEMER

Sindicato - Seg, 26 de Junho de 2017

REFORMAS DE TEMER ESTRUTURAM UM NOVO COLONIALISMO NO BRASIL

Ao comentar sobre a reforma trabalhista do governo Temer, o sociólogo Clemente Ganz Lúcio, atualmente diretor técnico do Dieese, avalia que a permissão de que empresas contratem trabalhadores com contratos intermitentes, sem jornada definida, precariza de forma profunda a situação dos trabalhadores e irá apenas tornar legal o que hoje é proibido; segundo ele, "temos, simultaneamente, uma

desnacionalização da nossa base produtiva, uma subordinação da nossa capacidade econômica ao interesse internacional e perda de soberania. Estamos estruturando um novo colonialismo, voltamos a 1500"
Fonte: brasil247
Leia mais: http://amp.brasil247.com/pt/247/rs247/302976

(1)

Enquete
Visitantes Online
Nós temos 1 visitante online